Seu browser não suporta JavaScript!

 

Três pesquisadoras do Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (CET-UnB) – Ariadne Pedra Bittencourt, Iara Brasileiro e Olga França –, tiveram o artigo acadêmico Turismo Cívico: uma Prática de Cidadania na Capital da República, de sua autoria, selecionado entre outros vários artigos para publicação eletrônica pelo Ministério do Turismo (MTur) e exposição na mesa de debate do Núcleo de Conhecimento do 5° Salão do Turismo – Roteiros do Brasil, que ocorrerá de 26 a 30 próximo, em São Paulo.
 

Iara Brasileiro: expositora no Salão do Turismo

O artigo das acadêmicas versa sobre uma das ações do Programa de Turismo Cívico, que vem sendo pensado desde 2005 no CET e testado em diferentes experiências e projetos pilotos. Segundo a professora Iara Brasileiro, que vai apresentar no Salão do Turismo o projeto retratado no artigo, a idéia básica do Programa é trazer alunos do Brasil inteiro, preferencialmente de escolas públicas, para conhecer Brasília e a história contemporânea do País.

 

O documento expõe assim a experiência realizada com uma turma de 21 alunos da Escola Suíça Brasileira do Rio de Janeiro, para teste da aceitação da estratégia e validação da prática acadêmica do projeto piloto. “Precisávamos saber se o que foi concebido estava no caminho certo, porque não é papel do CET operacionalizar o turismo cívico em Brasília, mas conceber o plano, criar rotas, incentivar pesquisas e dar força acadêmica à promoção do projeto no mercado, nacionalmente”, explica Ariadne Bittencourt.
 

Olga França: concepção das Rotas

AS ROTAS - A professora Olga França elaborou o desenho das sete rotas temáticas, sob a perspectiva da organização política do País e dos valores que a capital oferece à vivência dos estudantes – Rota de Interiorização da Capital; Rota da Construção de Brasília; Rota do Sonho Real; Rota Céu Cerrado e Concreto; Rota da República; Rota Cultural e Rota Brasília – Brasil de Todos os Povos e Nações. Acompanhados por professores e monitores, os estudantes percorreram o roteiro em três dias.
 

A construção de uma viagem de estudo envolveu uma logística complexa, abrangendo as redes hoteleira, gastronômica e de transportes; o agendamento de todos os pontos atrativos e de encontros com personalidades da cidade; além do esquema de monitoria e das parcerias com a escola, os pais dos alunos e a embaixada da Suíça, que aprovou inteiramente a experiência.
 

Além da experiência pedagógica vivida, cada aluno, monitor, professor e também o diretor da escola, recebeu o seu exemplar do Material Básico – publicação de cunho pedagógico, organizada por Iara Brasileiro e Olga França, contendo informações sobre todo o roteiro traçado e sua correlação multidisciplinar com história, geografia, política, sociologia, matemática, artes etc., além de exercícios para serem aplicados em sala de aula.
 

Ariadne Bittencourt: promoção nas UFs Testado também junto a 21 estudantes da Escola Suíça de Curitiba e com 12 grupos de 480 alunos de escolas públicas do ensino médio do DF, o projeto foi considerado pronto pela equipe que o desenvolveu. “Falta apenas trabalhar sua promoção nas unidades da Federação e conceber o sistema de gerenciamento da operação. Queremos agora recursos para isso”, afirma Ariadne Bittencourt. (Angélica Torres)

 

 


Fonte: Assessoria de Comunicação do CET/UnB


Centro de Excelência em Turismo Campus Universitário Darcy Ribeiro, Brasília - CEP 70904-970 Telefone ( 61)3107 5955
Copyright © 2014 Universidade de Brasília. Todos os direitos reservados.