Seu browser não suporta JavaScript!

 

Grandes redes internacionais se preparam para desenhar novos produtos para o mercado nacional

A ampliação do setor hoteleiro voltado para o turismo de negócios esteve em debate no Nordeste Invest 2010. O mediador do encontro foi o coordenador-geral de Promoção de Investimentos do Departamento de Financiamento e Promoção de Investimentos do Ministério do Turismo, Laércio Lemos. Na noite desta terça-feira (11), ele apresentou dados sobre o crescimento do turismo no país e confirmou a tendência do segmento: O Brasil é hoje o sétimo maior receptor de eventos internacionais do mundo.

A palestra reuniu Ricardo Suarez, vice-presidente de Desenvolvimento para a América Latina do Starwood Hotels and Resorts Worldwide, Eduardo Camargo, diretor de Desenvolvimento Brasil e Cone Sul do IHG Intercontinental Hotels Group e Luis Filipe Cruz, diretor de Expansão para Portugal e América Latina do Grupo Hotusa.

Os executivos ressaltaram a posição de destaque que o Brasil vem adquirindo junto aos grandes grupos hoteleiros. Segundo eles, o aumento de negócios e de viagens corporativas no País vem facilitando a entrada de bandeiras internacionais no mercado brasileiro. “As cidades grandes precisam de cadeias hoteleiras de maior porte, já evidenciamos essa necessidade do público consumidor. A tarefa agora é estudar e adequar cada produto à realidade local, com suas características próprias, para que possamos suprir essa carência”, adiantou Eduardo Camargo.

Para o representante do Grupo Hotusa, o desafio é desenhar produtos atraentes junto aos hotéis de negócios. “Temos que inserir os hotéis com a cultura de cada cidade, com elementos que façam o viajante permanecer mais tempo. O interessante é que o Brasil oferece espaço para esse projeto”, afirmou Luis Filipe Cruz.

Ricardo Suarez lembrou que o Starwood Hotels, que controlam os hotéis Sheraton, tem mais unidades fora dos Estados Unidos e que o Brasil é um mercado prioritário para a empresa. “Nas 12 cidades que serão sede da Copa de 2014, por exemplo, existem pouco mais de 100 mil quartos. Metade deles tem mais de 15 anos e são quartos, em geral, de baixo custo. O consumidor brasileiro já tem demandado produtos de referência, de bandeiras internacionais. E é nisso que vamos investir”, antecipou.

O Nordeste Invest vai até esta quarta-feira (12), no Centro de Convenções de Natal (RN).

 

 


Fonte: Ministério do Turismo;  12/05/2010


Centro de Excelência em Turismo Campus Universitário Darcy Ribeiro, Brasília - CEP 70904-970 Telefone ( 61)3107 5955
Copyright © 2014 Universidade de Brasília. Todos os direitos reservados.