Seu browser não suporta JavaScript!

Com uma crescente participação em decisões político-sociais, o público LGBT é um importante nicho de turismo", destacou o presidente do Instituto

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) reafirmou o Brasil como destino gay-friendly – termo designado para identificar locais receptivos à presença de público GLS. Na última semana, em parceria com a Associação Internacional de Turismo LGBT (IGLTA), o Instituto patrocinou um encontro durante a 34ª Convenção Anual Global da IGLTA para apresentar o Brasil e abordar questões relevantes para o mercado sobre o turismo LGBT no País. De 4 a 6 de maio, em St. Petesburg, no estado da Flórida (EUA), a convenção reuniu mais de 400 profissionais de turismo de 36 países. 

Esse foi o maior número de países participantes na história da convenção, que conecta membros de diferentes setores do turismo LGBT em rodadas de negócios, painéis educativos e eventos de relacionamento.  Para o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, é de extrema importância dar ainda mais visibilidade e atenção aos interesses desse público. "Com uma crescente participação em decisões político-sociais, o público LGBT é um importante nicho de turismo e negócios mundo afora. Eles buscam destinos em que sejam acolhidos e que participem de uma verdadeira evolução social, que também passa pelo serviço no turismo ", comentou.

Os participantes deram um retorno positivo às ações da Embratur e à disposição do Brasil de desmistificar conceitos e trazer soluções para melhor receber esse turista com respeito. Além, de claro, ter experiências inesquecíveis nos mais variados destinos brasileiros. 

 

Para mais informações, clique aqui!

 

 

Centro de Excelência em Turismo Campus Universitário Darcy Ribeiro, Brasília - CEP 70904-970 Telefone ( 61)3107 5955
Copyright © 2014 Universidade de Brasília. Todos os direitos reservados.