Seu browser não suporta JavaScript!

Foto: Arquivo Pessoal

Pesquisador Alexandre Tofeti na Resex Cassurubá (sul da Bahia): "Visão humanista na gestão ambiental"

 

13/9/2019 – O aluno do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade de Brasília Alexandre Tofeti acaba de receber menção honrosa no Prêmio Capes de Tese 2019. Sob orientação do diretor do Centro de Excelência em Turismo, professor Neio Campos, ele pesquisou As transformações nos usos do território promovidas pelas unidades de conservação no Brasil.

“O prêmio dá visibilidade ao conhecimento produzido no país e coloca a UnB em posição de destaque”, comemora o autor da tese.

Para realizar a pesquisa, Alexandre conta que entrevistou mais de 80 pessoas que vivem em unidades de conservação ou em seus arredores, em quatro biomas diferentes: Amazônia, Caatinga, Mata Atlântica e Cerrado. A ideia era avaliar o impacto das unidades de conservação na vida das pessoas e conhecer os efeitos de uma política pública na ocupação e uso do território.

Além da preservação da biodiversidade, as UCs, segundo o pesquisador, exercem os mais variados papeis, como garantir água potável, influenciar processos de ocupação urbana e servir como espaços de lazer e turismo para a população. Outro papel importante é o de empoderamento de povos tradicionais que antes tinham seus direitos ameaçados.

“A reserva extrativista de Cassurubá, no sul da Bahia, é um caso emblemático de como uma unidade de conservação revolucionou o uso do território”, cita. Antes explorados por atravessadores, os pescadores conseguiram se organizar em uma associação e passaram a vender o camarão, sua principal fonte de renda, a preço justo. “A Resex promoveu um ordenamento no uso dos recursos naturais da região e rearranjou as relações de poder”, explica.

O geógrafo lembra que 30% do território brasileiro é composto de unidades de conservação, como parques, reservas e florestas nacionais. “Um número expressivo, por isso é importante estudá-las." Ele ainda ressalta a visão dos gestores que atuam nessas unidades para quem a preservação ambiental está associada ao desenvolvimento humano. “Eles estão sempre preocupados em encontrar soluções para os problemas da comunidade com a participação da própria comunidade.”

O trabalho rendeu um documentário produzido em parceria com a UnBTV. Confira.

Prêmio Capes – Além dos trabalhos reconhecidos com menção honrosa, no último dia 6 de setembro, a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) divulgou a lista de selecionados para o Prêmio Capes de Tese 2019 que concorrem ao Grande Prêmio em novembro.

Confira a lista completa de premiados. 

Orientado pelo professor André Borges de Carvalho, o estudante de Ciência Política da UnB Nivaldo Adão Ferreira Júnior também ganhou o prêmio. Criado em 2005, o Prêmio Capes de Tese busca divulgar a produção científica realizada no país e contribuir para o avanço da ciência.

Centro de Excelência em Turismo Campus Universitário Darcy Ribeiro, Brasília - CEP 70904-970 Telefone ( 61)3107 5955
Copyright © 2014 Universidade de Brasília. Todos os direitos reservados.