Seu browser não suporta JavaScript!

Depois da sessão solene no Senado em homenagem ao Dia Internacional do Turismo, o Conselho Nacional de Turismo realizou sua 26ª reunião, com a participação do ministro de Estado do Turismo, Luiz Barretto. Na pauta do dia, novas ações do Ministério do Turismo (MTur) nos 65 destinos indutores do desenvolvimento turístico regional; a apresentação da Política Nacional de Aviação Civil; o panorama e o calendário das principais Feiras de Negócios do Brasil em 2010; o novo Plano Nacional de Turismo 2010-2014; orçamento para 2010; entre outros assuntos.

 

A reunião contou com as participações especiais da presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Solange Vieira, e do novo presidente da Infraero, Murilo Barbosa.


Veja abaixo alguns dos principais pontos tratados durante a reunião:


PNT 2010-2014: O secretário de Políticas do Turismo do MTur, Airton Pereira, informou que será lançada em maio de 2010, durante o Salão de Turismo – Roteiros do Brasil, a terceira edição do Plano Nacional do Turismo (PNT), que está em produção. Segundo Pereira, a nova edição virá com um conjunto de sugestões aprimoradas para a implementação de políticas públicas de longo prazo e “calibrado com novos dados”, uma vez que o setor está produzindo mais estatísticas.


Plano Aquarela 2014: A presidente da Embratur, Jeanine Pires, informou que o Plano Aquarela 2014 será lançando oficialmente em novembro deste ano, tendo como foco a promoção das 12 cidades-sedes da Copa. “Esta versão do Plano conta com a participação efetiva das secretarias de turismo, trade, e com o apoio de pesquisas qualitativas com estrangeiros”, disse.


Uma das preocupações é driblar a queda do dólar, que tornou o Brasil um destino mais caro. “Umas das constatações é que a taxa cambial, além de influenciar o fluxo de visitantes e o gasto de brasileiros no Exterior, gera queda na permanência de estrangeiros no País e, consequentemente, na receita gerada por eles”, disse Jeanine. Outras estratégias serão a continuidade do programa de promoção Brazil Now, lançado durante o pico da crise econômica mundial e que agora terá caráter permanente, e o lançamento de uma campanha para o verão brasileiro.


Aviação civil: O Ministério da Defesa elaborou o Plano Nacional de Aviação Civil - baseado na Política Nacional de Aviação Civil –, que define diretrizes para o setor, “propondo assegurar o desenvolvimento de um sistema de aviação civil apto, seguro, eficiente e concorrencial”, segundo o diretor do Departamento de Política Nacional de Aviação Civil, Fernando Antônio Soares. O plano traz sugestões para a implementação de políticas públicas para o setor. “Ele orienta o setor a usar melhor o que já temos, utilizando melhor os recursos, e criar um ambiente favorável a novos investimentos”, explicou.


De acordo com Soares, as diretrizes visam incentivar a concorrência, “que beneficiaria o setor com preços mais baixos e serviços com melhor qualidade”, e democratizar o uso do modal aéreo”, finalizou.


Fonte: Panrotas – www.panrotas.com.br  - 25/09/09

 

Centro de Excelência em Turismo Campus Universitário Darcy Ribeiro, Brasília - CEP 70904-970 Telefone ( 61)3107 5955
Copyright © 2014 Universidade de Brasília. Todos os direitos reservados.