Seu browser não suporta JavaScript!

Brasília, 03.01.2012 - Os museus do Distrito Federal vão ganhar um relevante aporte. O Ministério da Cultura (MinC) repassará R$ 2,8 milhões ao  GDF, a fim de garantir a modernização dos espaços. O objetivo é melhorar a infraestrutura dos prédios, construídos na época da inauguração da Capital da República. A fiscalização da aplicação do montante será feita pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), órgão técnico vinculado ao MinC, responsável por garantir os recursos federais. “Existe um conjunto de investimentos que há muito tempo não se fazia em Brasília, e que agora o Ibram quer ajudar a melhorar”, afirma o presidente do órgão, José do Nascimento Júnior.

Sete espaços serão beneficiados com os recursos: Museu do Catetinho, da Cidade, Memorial dos Povos Indígenas, Museu de Arte de Brasília, Nacional da República, Vivo da Memória Candanga e Espaço Cultural 508 Sul. A modernização incluirá a compra de novos equipamentos multimídia e audiovisuais. Também estão previstos investimentos em segurança e na qualificação dos funcionários e renovação das exposições.

Segundo Nascimento Júnior, o repasse é resultado de uma série de discussões para a realização de ações comuns entre o governo federal e o Executivo local. Entre outras medidas, estão a criação de uma rede distrital de museus e a adaptação das unidades para o Estatuto dos Museus. “Há todo um conjunto de ações e discussões feito ao longo dos últimos anos que precisavam ter início prático”, diz o presidente do Ibram.

Motivos - Um dos principais motivos para o investimento no setor é o fato de Brasília ser uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. A intenção é oferecer boas opções ao turista que visitará a Capital. Além disso, a própria cultura museológica tem se ampliado no Brasil. De acordo com o Ibram, são 3.117 museus no País e a média anual de visitação está em 25 mil pessoas por unidade. Isso significa que 78 milhões de pessoas têm ido a esses espaços. “O crescimento da economia tem dado condições para as pessoas colocarem essas visitas na cesta básica”, explica Nascimento Júnior.

Em novembro, o GDF e o Ministério da Cultura se reuniram para discutir o projeto Esplanada dos Museus. A proposta é construir cinco unidades até o campeonato mundial de futebol: dos Esportes, de Arte das Américas, da Democracia, da Biodiversidade e da Diversidade Cultural. O governo local estuda os locais possíveis para instalar os novos espaços, enquanto o MinC está responsável por captar recursos e estabelecer as parcerias. Além disso, o governador Agnelo Queiroz deseja implantar uma gestão compartilhada do Museu da República com o governo federal.


Fontes: Correio Braziliense; 03.01.2012


Centro de Excelência em Turismo Campus Universitário Darcy Ribeiro, Brasília - CEP 70904-970 Telefone ( 61)3107 5955
Copyright © 2014 Universidade de Brasília. Todos os direitos reservados.